sábado, 9 de junho de 2007

As horas

Meu horário de trabalho está se excedendo por demais, chega a ser assustador, mas por um lado é bom, em vista que recebemos de acordo com a nossa carga horária, quanto mais você trabalhar mais dinheiro irá pra sua conta no dia 5.
No fim do dia fico esbaforida, com as pernas doendo, com a coluna dorida até a última vertebra... E quando sento, por mais que seja um banco duro de cimento, eu vou achar que ali é o lugar mais confortável e fofo. Daí paro pra contar minhas horas de trabalho... e puf! me assusto quando noto que fiz mais de 10 horas de trabalho. Assim se passou essa semana, quarta, quinta, sexta e sábado... trabalhando de 11 às 22 hrs. Assustador, não?
O que faço nas 13 horas que me restam? Durmo 9 horas por dia geralmente, sobrando, assim, somente 4 horas!
Essa semana foi assim... horas e mais horas extras. Tudo por conta do dia dos namorados, não é em vão que eu não suporto datas comerciais. Ainda mais essa data, que me lembra o quão velha estou ficando... e, automaticamente, sendo deixada pra titia.

Lição do dia: As coisas não são tão ruins... mas nem tão boas.

4 comentários:

Mattia disse...

Ol´s, eu estava tentando entrar nos seus favoritos, mas não abre nenhum. Sei lá, tá repetido o http://

As horas, sempre as horas.

Flor disse...

o tempo passa rápido...

vi as queimaduras do seu foto logo, cuidado minina! ^^

=***

DIARIOS IONAH disse...

E A ESCOLA, AONDE FICA?

DIARIOS IONAH disse...

E A ESCOLA, AONDE FICA?