terça-feira, 17 de junho de 2008

Uma tal de dinâmica...

Quando fui ao shopping e a responsável pelo RH da loja me disse que ligaria na semana seguinte para agendar a dinâmica de grupo, eu fiquei apavorada a semana inteira. Quando ela me ligou na sexta-feira para avisar que estava agendado pra segunda-feira...ah, aí que fiquei desesperada mesmo!
Não fazia idéia de como seria, imaginava algo terrível de difícil, pessoas bem vestidas e com um currílo de peso...enfim, nada disso. Ufa!
Chegando lá notei logo o traje das pessoas. Tinha uns que parecia que haviam saído do baile funk de domingo e foram direto pra lá, era terríveeeel mesmo. Os trajes e a postura, tinha duas garotas que pareciam duas hienas. Cada vez que a coordenadora da dinâmica dizia algo engraçado eu me assustava com as gargalhadas apavorantes das hienas, medonho. Olhei umas três vezes para trás com cara feia, mas nem adiantou.

A primeira tarefa era preencher um formulário MUITO do mal feito. Eu não sabia como e onde colocar a minha escolaridade, não lembrava o número do meu Pis (e nem o que era Pis). Pânico! Sorte que eu não era a única...
Mas então fiquei olhando meu colega ao lado..."superior em propaganda e marketing, natural de Cuiabá, 30 anos...". Espanto! 30 anos?! Mas gostei dele. E há um porquê, direi em breve.

Tudo preenchido corretamente...e vinha o teste de lógica. Fiquei nervosa (apesar de ser maníaca por testes de QI, que têm muito disso). Mas logo me acalmei, na verdade, assumi uma postura de total apatia por aquela dinâmica. A coordenadora explicando o funcionamento do cartão resposta, putz, senti falta da tia Delaine (professora de 2ª série), sim, era bem nesse nível "primário" de ser.

Ela deu 15 minutos pro teste. Fiz em 2 minutos e fiquei observando meus "colegas" quebrando a cabeça com o deles. Confesso que dei umas 2 respostas erradas, para não parecer maluca, vá saber!?!
Depois desse teste ela daria um papel para cada um dizendo se fomos aprovados para a 2ª fase ou se não. Conclusão? Todos foram aprovados. ¬¬

A segunda fase (ah...a segunda fase, Senhor!), essa sim foi "boa".
Tínhamos que formar um U com as cadeiras e falar sobre nós: nome, indicação de qual shopping, com quem moramos e uma personalidade que admiramos por algo que ela faz ou é. Fácil, tirando o fato de que eu era a 2ª pessoa a falar. Fiquei queimando a mufa quando a personalidade...pensei em Dostoiévski...mas não, era um nome muito complicado...pensei em Machado de Assis...clichê demais (além do mais nem gosto dele)...pensei na Amy...mas diria o quê?! "Gosto dela pelas músicas...apesar dela ser viciada em todos os tipos de drogas e nem conseguir mais cantar ao vivo."? NÃO! Ah! Woody Allen...quem não conhece ele?! Perfeito!

- Meu nome é Mariana (me senti no AA, juro), fui indicada pelo Norte Shopping. Moro com a minha mãe, duas irmãs e uma sobrinha. E a personalidade que admiro muito é o Woody Allen, pela inteligência e pelo bom humor.
- QUEM?!?!?!?!?!?!?!?!?!

O_O

Um minuto de silêncio. Daqueles bem constragedores. E nesse um minuto um turbilhão se passou pela minha cabeça, sobretudo o de levantar e ir embora, a minha cultura é inútil.

-Woody Allen...o cineasta...roteirista...ator...?!
- Ah...tá. (não entendeu)

Queria espancar ela, não sei porquê! Mas enfim...10, 9, 8, 7, 6...
As pessoas falaram Ana Maria Braga, Faustão e até Papaléguas! Jesus, Maria, José. Que povo é esse?
Sooooooorte que aquele meu colega de Cuiabá perguntou:

- Você já assistiu "Noivo neurótico, noiva nervosa"? Por que eu sou louco pra ver esse filme e nunca consigo ver.
*-* Consigo ver a luz, Senhor!

- Sim! É muito bom! Também gosto muito de Melinda, Melinda...mas os filmes clássicos são difíceis de achar mesmo, uma pena, se bem que eu achei uns do Chaplin na Casa & Vídeo por 4,99...adoro o Chaplin, a Audrey Hepburn...

Eu sei. Frenética. Mas é raaaaaaaaaro achar alguém que goste.
Fiquei tempos conversando com ele. Queria achar dele de novo...mas enfim, never more.

Então foi isso. Passei na 2ª fase, hoje voltei lá novamente para a entrevista individual e estou aguardando o resultado. E agora, depois dessa trágica experiência com o Woody, vou vender minha cultura, como o Marcos sugeriu. Vendo, troco e financio. Se habila ou também não conhece Woody Allen!? rs

4 comentários:

yasmin disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKK, meo Deos!
Foi em que Shopping?
Eu juro que tbm pensei Amy e depois me veio à mente "cheirada demais, queima o filme!" e tu escreveu! uahuhauhauhuaha
Quero saber do curitibano....
Cara, te contrataria, r$50 a hora, topa? :P

DIARIOS IONAH disse...

Ora Mariana o que tem voce gostar de algum artista e ele ser isso ou aquilo?tem tantos escritores daqueles antigos que eram usuarios da cocaina, nem por isso deixo de gostar deles, admira-los ou cita-los.
A Amy eh jovem esta na fase das experiencias e isso nao quer dizer que ela nao produza tudo de bom na voz, no som.....
gostei que tenha citado o Allen, essas pessoas precisam saber que o universo nao eh so feito de personalidades da midia da Globo.
Eu estou torcendo por voce.....

Susu. disse...

Opa!!Tu vais trabalhar no shoppis??
Boa sorte!!

Infelizmente as pessoas preferem as personalidades da revista*fofoca*!!!!!

mattia disse...

quem diria, woody allen, hahahaha. Nessas dinâmicas dá tela azul na gente.