quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Faz um ano

Acordei cedo hoje, por volta das 7 hs. Fui instruida a tomar um café da manha reforçada, mas nao consegui comer muito pela manha. Liguei pro Junior, combinei de acorda-lo para ele me levar ao hospital, a expectativa é grande.
Fui na farmacia pois precisava comprar umas coisinhas de higiene pessoal, comprei um chinelo na papelaria e um Tigrao de borracha para o bebe. Espero que ele goste quando crescer... é o primeiro presente de dia das crianças.
Eu e minha mae fomos à casa da Juliana, que como sempre, estava com problema em acordar um pouco mais cedo que o habitual... E o Junior nao chega!
A essa altura minha avo ja esta se arrumando, minha mae e a Juliana continuam discutindo... preciso pegar minha bolsa e checar se nao ficou faltando nada. Aonde estao meus exames?
Amém, o Junior chegou. Vamos embora! Anda, vo, vem!
Agora estou começando a ficar com fome...mas acho melhor nem dizer nada. Minha mae disse que nao posso comer mais nada, pois posso vomitar na hora... que horror, que fome!
Fomos até a clinica onde a Marina trabalha pegar a guia de internaçao. As coisas so funcionam assim, com conchavo? Va saber.
Estou ansiosa de mais... Chegamos rapido ao hospital...nossa, nao foi do jeito que eu pensei.
Entrei para ser atendida, a médica é bem simpatica, acho que ela gostou de mim. Nossa, estou com 1 cm de dilataçao. Mas nem estou sentindo nada... Ao menos dessa vez ficarei internada. Ja coloquei a camisola do hospital, agora so preciso chamar minha mae para informar que vou subir pro 4° andar.
Eita, minha mae deu um grito ao me ver com a camisola. Uma hora tinha de nascer, né?! O Junior veio me dar um beijo, parece mais palido do que o normal, coitadinho. E a minha avo, cade? Ah, nao para de sorrir... Ou sera um espasmo facial causado pelo nervsismo? rs
Ja fiz varias amizades com as meninas que vao subir comigo. Tem uma sangrando... vai direto pro 3° andar, o pré parto.
Subi. O hospital nao é tao ruim quanto dizem. A fome nao me deixa, preciso esperar o lanche. Espero que nao seja tao ruim quanto dizem as mas linguas. Por favor, Senhor!
Ih, legal, minha mae e o Junior aproveitaram o horario de visita! Pena que foi so uma hora, depois vi eles partirem da janela. Agora estou sozinha. O bebe esta tao quieto...
Nao aguento mais verificar a pressao. Ah, até que o lanche foi bom, um café com leite bem quente com pao suiço bezuntado de manteiga de verdade, um copo de agua e uma maça. Ja esta vindo o jantar. Sera que estou morta de fome ou é mito o que dizem sobre a comida de hospital?
Verifica a pressao, toma remédio, colicazinha, 1 cm nao sai disso. Tédio.
Opa, a enfermeira vem a cada 1 hora verificar a minha pressao e da minha companheira. A dela esta 14/8 desde cedo, quando chegamos. A minha sobe 1 ponto a cada duas horas. Coisa estranha, nao estou nervosa. Preciso fazer xixi.
Aff, é quase meia noite e la vem a enfermeira novamente verificar nossa pressao... acho que ela esta meio bolada. A pressao da minha colega de quarto continua na mesma. Espero que a minha tenha descido um pouco, isso nao é legal... Ei, que cara é essa enfermeira? O que? 18/ 9 ?
Agora estou nervosa.
Ela mandou eu tirar a minha camisola rosa de manga comprida e colocar novamente a branca sem manga do hospital. Esta chovendo o dia todo, que frio faz. Estou me tremendo. Sera frio ou nervosismo?
Vamos descer pro pré parto. La eles verificam com mais exatidao a pressao.
Estou me sentindo num ER da vida... que maquinario bacana, jamais pensei que hospital publico fosse equipado assim.
Cacete, essa médica nao para de anotar nessa prancheta, ei, minha pressao aumentou! 19/10. Posso ir fazer xixi?
A médica mandou eu deitar na cama e tirar a calcinha...outro toque? Epa...sonda? Isso nao é legal, ai, arde. Eu quero ir embora daqui, que agonia, ninguém sabe o que estao fazendo comigo, meu Deus! Ninguém sabe. Eu quero ir embora daqui, estou sufocando, eu nao consigo parar de chorar!!! Eu quero ir embora! Estou puxando a sonda, como doi, eu quero ir embora, que se foda, sou maior de idade. A médica esta me dando esporro, mas eu quero ir embora! Isso arde, tira isso de mim. Quantos fios pendurados no meu braço, essa injeçao esta fazendo minha face fervilhar, Jesus! EU QUERO IR EMBORA DAQUI! A maquina esta apitando... minha pressao chegou a 20... legal.
Nao consigo respirar. Ei, enfermeiro... Voce pode pegar meu remédio de nariz dentro da minha bolsa? Ai eu fico quieta. Obrigada. Vou deitar aqui, cansei. Sao 4 hs da manha. Fiquei na cama embaixo da janela, que frio, a visao é sombria, dessas arvores mortas com um fundo cinza desse céu chuvoso. Enfim, consegui cochilar.
Estao mexendo em mim? O que foi? Era um velho. Ah, quero dormir mais. Tem mais gente agora, uma coroa e um cara novo... Ih, estao ouvindo o coraçao do neném, legal, mas ainda estou com sono. Opa, mais duas moças vieram ajudar a futucar em mim, que saco, porra, quero dormir, gente. Essa coroa esta me cutucando demais, acho que ela quer falar comigo, vou abrir o olho...
"Bom dia, Mariana. Sao 7:30 hs e vamos preparar a sala de cirurgia para operar voce."
Aleluia!
Quase 8 hs. a enfermeira veio me buscar com uma cadeira de rodas. Céus, que frio, estou nua com essa camisolinha por cima, sentada numa cadeira de rodas de ferro. Estou tremendo muito. Meu queixo esta batendo. Ei, nem avisaram ninguém que estou indo ter o bebe. Poxa...
Subi na maca, fiquei na posiçao fetal (foi dificil por causa da barriga), quase me mexo na hora da anestesia, que medo. So tem mulher na sala de parto, legal, a anestesista esta gravida de 6 meses. Ela conversa bastante comigo. OK, nao sinto minhas pernas. Estao chacoalhando minha barriga. Nem posso ver nada. A médica disse que a minha barriguinha enganou bem, pois o bebe era grande e gordo, disse que ele ficou preso pelas bochechas. A enfermeira subiu em cima da minha barriga, opa, opa, acho que vou vomitar. Injetaram um remédio para o enjoo, no ato passou, que eficiencia, hein?
8:06 hs, que demora, essa criança nao sai, nao chora. Sera que o pior aconteceu? Quero chorar, ei, pode pegar meu remédio de nariz ali em cima da mesa... (sim, levei meu neosoro pra cirurgia). IH! Ele ja nasceu, mas nem chorou... Ufa, ele é bonitinho, eu tinha medo dele ser feio! Que branco, cabelinho negro e uns olhos grandes abertos... parece que ele esta zangado. Que lindo! Ah, vou beijar, eu dizia que teria nojo dessas gosmas...mas agora nao tenho mais, por que sera?
Vamos para o quarto e vamos receber visita! Eba!
Nao?
Ah...precisamos ficar em observaçao até meia noite, ainda preciso ficar conectada às maquinas por causa da pressao alta. Que chato.
Toda hora levo um injeçao e apago. Ainda bem que a enfermeira colocou o bebe deitado comigo, ele estava com frio, assim eu posso aquecer ele, tadinho. Nossa, ele nao chora.
O enfermeiro levou ele, disse que o pai dele estava la fora. Jesus! E se esse cara roubar meu filho? Cacete. Nem tenho forças de impedir, so quero dormir...
Ah, o bebe voltou. Que bom.
O efeito da anestesia passou agora, completamente, mas ainda estou zonza, deve ser esses medicamentos intravenoso. Quase meia noite, vou subir pro 5° andar. Tomei café e fui tomar banho, esta frio e a agua estava congelando, quase desmaio no boxe, estou fraca.
Que bebe lindo. Preciso dormir agarrada com ele. Nao suporto a ideia dele longe de mim...
Que amor é esse?

1 ano...

Continuo dormindo agarrada com ele. E continuo nao sabendo explicar que amor é esse, que aumenta cada dia mais e que nao me permite lembrar que eu existia antes dessa vida que é o meu tudo. O tempo passa rapido demais, mas em minha lembrança as coisas sao tao nitidas como se fossem ontem...
Estou vivendo 1 ano do amor mais puro e sublime. Me alimentando da ideia de que minha vida é esse bebe, agora nao tao bebe... Nutrindo esse amor sem limites e lutando somente por ele.
Essa é a narraçao do dia mais importante da minha vida. O dia em que conheci e tive acesso ao verdadeiro amor.
Obrigada, Henrique, por existir e me fazer tao feliz com esse sorriso de 8 dentes.
Feliz aniversario,
Mamae coruja.

2 comentários:

Junior disse...

Poxa... que história hein!! Você conseguiu pensar nos mínimos detalhes... parece que entrei na máquina do tempo. É... o nosso filhão está aí cada dia crescendo mais, e agora ele só quer ficar engatinhando e andando, já faz 1 aninho! Como passa rápido...

olhodopombo disse...

não pode dormir com o filho. não é bom para ele...